O que são Cookies e como atuam no Marketing de Afiliados?

Os cookies tem grande presença no marketing de afiliados, com eles é possível fazer muita coisa, eles influenciam diretamente no trabalho como afiliado.

Ganhar dinheiro online está diretamente relacionado em como funcionam os cookies e você precisa entender como ele é aplicado desde links de afiliados até campanhas de remarketing.

Abaixo explicarei um pouco como ele funciona, como é aplicado hoje no marketing de afiliados, e sua participação no rastreamento de vendas como afiliados. Ao entender isso você compreenderá como que muitas vezes a comissão é gerada para você.

O que são cookies

Os cookies são simples arquivos de texto que são gerados e armazenados em seu navegador assim que você acessa um site, esse arquivo texto pode conter diversas informações que são desde validade do cookie, idioma, tamanho da fonte, data ou qualquer coisa que o dono do site queira disponibilizar nele.

Para quem trabalha com Marketing de Afiliados eles são de extrema importância, pois toda plataforma de afiliados acaba utilizando ele de alguma forma. Quando você indica um link de afiliado, ao acessar esse link será gerado um cookie e nele terão diversas informações como data de validade do cookie, seu código de afiliado e muitas outras informações utilizadas para rastrear.

Através disso, será possível rastrear a venda caso ele venha a clicar posteriormente (geralmente quando o visitante acessa, mas não compra na hora, e volta depois para finalizar) na página de venda de forma direta, isso se deve porque ele ficou marcado com o cookie.

É comum às vezes recebermos vendas que não sabemos de onde veio, muitas delas estão associadas aos cookies, provavelmente acessaram seu link e compraram muitos dias depois.

Exemplo prático do Cookie:

  • Imagine uma situação bem simples, você tem um blog com link de afiliado.
  • Maria é afiliada do produto XYZ e divulgou seu link www.linkdeafiliado.com.br
  • João é um visitante e clicou no link de afiliado foi direcionado para a página do produto digital.
  • João ficou no site, visitou mas não comprou nada.
  • Depois de 5 dias o João resolve voltar diretamente ao site do produto e faz a compra do curso por exemplo.
  • Maria irá receber a comissão.

Nesse processo o cookie trabalhou para ela, pois deixou marcado o navegador do João.

É assim que o Cookie funciona nas páginas de venda de produtos de afiliados, esse modelo é muito utilizado nas principais plataformas (mas não é a única forma). Por isso é muito importante gerar os links de afiliados da forma correta para que seja possível gerar e rastrear as vendas corretamente.

Um detalhe importante é que os cookies podem ser substituídos (sobrescritos) por outros, se hoje alguém clica no seu link de afiliado ele será marcado com cookie, mas se não comprar e amanhã ele clicar no link de afiliado de outro blog do mesmo produto. Nessa situação a comissão será gerada para outro afiliado, porque o dele atualizou o seu. Mas existem muitas formas de se trabalhar para reduzir isso.

Cookies e Remarketing

Como você já viu acima o como o cookie funciona, agora fica mais fácil de relacionar o Cookie e o Remarketing, e como eles ajudam a garantir mais comissões.

O remarketing ajuda a reduzir perdas com links de afiliados. Para isso é necessário utilizar estratégias para atrair o visitante novamente para o site, e sem dúvidas o remarketing faz isso.

O remarketing trabalha com cookies, uma vez que o visitante acesse seu site ele será marcado com o cookie do remarketing também, assim você poderá, por exemplo, se utilizar o Facebook Ads, suas publicidades no Facebook serão exibidas para ele toda vez que ele acessar o Facebook, o mesmo serve para quem utiliza o Google Adwords (se ele acessar seu site e for marcado, ao pesquisar no Google sua publicidade poderá aparecer para ele).

O objetivo do remarketing é trazer de volta a pessoa que já visitou seu site mas não comprou no primeiro momento, ele poderá ver a publicidade e voltar para comprar e finalizar. Tudo isso é com cookie de remarketing

Existem algumas formas de fazer isso, por exemplo, se a pessoa abandonar a página sem finalizar a compra:

  • Remarketing no Facebook Ads, aqui você pode exibir anúncios somente para quem já visitou a sua página dentro do Facebook.
  • Remarketing no Adwords, ele vai exibir sua publicidade em toda rede de display do Google, isso somente para as pessoas que visitaram sua página.
  • Busca no Google, para quem estiver com o cookie de remarketing, poderá ser exibido uma publicidade quando buscar algo no Google.

Tudo isso para tentar trazer de volta quem não fez a compra através do seu blog.

Melhorando a conversão como Afiliado

Uma dica simples, mas que funciona muito bem para melhorar a taxa de conversão é criar diferentes páginas durante o remarketing, assim conseguirá fazer um teste A/B, assim pode fazer teste para a pessoa que chega pela segunda vez no blog, se ela voltou provavelmente estará mais apta a comprar. Crie uma página interessante, talvez com uma proposta diferente, conteúdo diferente para tentar concretizar a venda.

Você consegue medir isso e investir mais em algo que melhora o resultado.

Dúvidas comuns sobre cookies:

– Quando o vendedor utiliza um formulário de captura de e-mails em sua página de vendas, isso irá prejudicar a comissão dos Afiliados?

Isso não prejudicará em nada. Na realidade, isso até ajuda, pois o produtor poderá se relacionar com o visitante por e-mail, e aumentar as chances do afiliado converter no futuro. Os cookies continuam normalmente, e o melhor o e-mail entrará no funil de vendas.

É muito importante utilizar o link de afiliado correto, para evitar perda de comissão, só assim será marcado corretamente, assim o lead gerado será marcado como que veio do seu link de afiliado.

Plataformas como a Eduzz já utilizam muito bem essa técnica em conjunto com o cookie.

– O produtor pode enviar o link de checkout direto para o comprador? Ele conseguirá sobrescrever os cookies dos Afiliados?

Sim, ele pode enviar o link, mas link do Produtor nunca sobrescreve o link dos Afiliados. Ou seja de forma simples o cookie do produtor não apaga o do afiliado.

– Suponhamos que o visitante, antes de fazer e finalizar a compra ele clique em 2 links de Afiliados em diferentes blogs para o mesmo produto, quem fica com a comissão?

Isso dependerá das regras colocadas pelo produtor, o mais comum é sempre o último clique, ou seja, ele clica no seu, mas não compra, vai para outro e clica nele, depois compra geralmente quem leva a comissão é o “último clique”.

Mas, tem plataformas no mercado que permitem mudar isso, onde o produtor pode definir uma regra.

Por exemplo, se ele escolher cliques múltiplos, tanto o primeiro quanto o último Afiliado ganharão comissão. No caso de “Primeiro clique”, somente o primeiro Afiliado receberá comissão. No caso de “último clique”, o último Afiliado que levou o visitante ao site ganhará a comissão.

Outra informação importante é o tempo do Cookie, o produtor pode definir esse tempo que varia de 7 dias até 180 dias dependendo da plataforma, tem algumas que o cookie é eterno também. O prazo quem define é o produtor através da plataforma.

Geralmente na descrição do produto está informando isso.

Como falado acima o cookie está ligado diretamente ao serviço de afiliado, por isso entender como ele funciona é importante, até mesmo para poder planejar suas ações e criar estratégias para melhorar sua conversão.

Lembre-se sempre de criar sua lista de remarketing em seu blog, outra é ficar atento ao período do cookie, qual sua data de validade,  isso pode depender de produto para produto.

Analisar bem esses itens ajuda a reduzir custo com publicidade e aumenta sua chance de vendas.

Dá para criar muitas outras estratégias para se utilizar o cookie, mas o mais importante é entender seu funcionamento e começar a fazer testes para então medir os resultados.

Se você gostou do artigo não deixe de compartilhar no Facebook, Twitter e Google+. Deixe seu comentário e qualquer dúvida é só falar.