Hospedagem Gratuita ou Paga: Qual é melhor?

Quando alguém precisa criar um blog ou site sem dúvidas ela irá se deparar com uma coisa simples que é “onde vou colocar meu blog?” e ai irá surgir à possibilidade de gerar um gasto ou não.

Mas ai aparece à dúvida, devo pagar por uma hospedagem de site ou escolher uma hospedagem gratuita disponível no mercado? O que eu faço? Gasto ou não gasto?

Isso é muito comum entre iniciantes e esta criando o primeiro blog, o instinto vai te levar a não gastar, ou melhor, a economizar tudo que for possível.

Você se verá muito tentado a economizar em tudo, tudo mesmo, no domínio, na hospedagem e em qualquer outro serviço que precisar contratar, a resposta é simples: Você esta começando agora, ainda não ganha dinheiro, como que vai gastar sem saber se vai ou não dar certo.

Só te digo uma coisa, a resposta para isso não é tão simples assim, tudo vai depender de como irá começar, do que irá criar, ou seja, que tipo de blog, site ou página irá fazer.

Uma coisa é certa, muitos serviços gratuitos estão sujeitos a uma maior instabilidade (embora ele seja gratuito para você, esta gerando custo para alguém). Antigamente tínhamos o HPG, Geocities, Kit.net e muitos outros que em algum momento se tornaram famosos, muitos chegaram a ter milhões de páginas e usuários e até ser referência no mundo web. Até que vem um grandão e compra a empresa e do dia para a noite diz que isso não é rentável, ai começa a ficar fora do ar (isso ainda é pouco, quando não sai totalmente fora sem aviso prévio).

Um serviço de hospedagem de site pago, por exemplo, tem uma maior confiabilidade, a chance de sair do ar da noite para o dia é muito menor, além disso, oferece outros adicionais como, por exemplo, um backup, redundância, etc. Esses são apenas alguns detalhes que você precisa ficar atento e levar em consideração.

Hospedagem Gratuita ou Paga: dicas para ajudar na decissão

Para ajudar em sua escolha irei dar algumas dicas muito uteis para você analisar a escolha do tipo de hospedagem que deseja e qual pode ser melhor para seu negócio.

1 – Estabilidade: você precisa dela?

Você esta criando um projeto, o que você deseja com ele? Esse é um ponto importante que precisa levar em consideração.

Se você estiver criando um blog ou site profissional, que terá muitas visitas, que em algum momento você resolva fazer anúncio pago para promover, ou criar uma página de venda de serviço ou produto que receba grande quantidade de tráfego, eu recomendo um serviço de hospedagem pago onde a maioria das hospedagens pagas possuem um Uptime de 99,9% (tempo que garante seu site online), isso geralmente esta em contrato, irá lhe atender melhor, já imaginou você impulsionar um artigo no Facebook ou algum conteúdo viralizar e atrair muitos acessos e em um dado momento seu site sai do ar? Com certeza você começará a perder vendas.

Agora se você quer fazer testes de uma página de venda, validar uma ideia simples e precisar ver como ficará ou disponibilizar o link para outros testarem, um serviço gratuito pode servir perfeitamente.

Lembre-se, se o objetivo for ganhar dinheiro com isso, ele precisará ficar online o tempo todo e com isso precisa minimizar os riscos, então ser profissional nessa hora ajudará seu negócio a ser mais lucrativo.

2 – Anúncios forçados: aquela publicidade intrometida

Esse sem dúvida é um dos problemas mais chatos para mim. Ao pensar em utilizar um serviço gratuito o que me leva a pensar duas vezes. O que é muito comum nos “serviços gratuitos” é colocarem suas publicidades bem visíveis. A empresa que disponibilizar o serviço pensa da seguinte forma, já que você não paga pelo serviço, então aproveito e promovo em seu site, nesse ponto existem dois grandes problemas que podem ser um risco para seu negócio:

  • O primeiro é aparecer anúncios invasivos de mais e espantar o visitante;
  • O segundo é aparecer um anúncio do seu concorrente e o seu visitante clicar nele, pronto você pode perder a venda;

Parece bobeira, mas isso acontece com mais frequência do que imaginamos.

3 – Serviços limitados

Reparem bem que os serviços gratuitos são muito limitados, o espaço para o site é pequeno e se começar a crescer logo precisará migrar para um plano pago, ou o banco de dados não é disponibilizado, o PHP que precisa tem limitações de uso. Sempre tem um “porém”.

Um serviço pago muitas vezes lhe garante recursos mais do que suficientes (muitas vezes com muita sobra até) para ter seu blog hospedado.

Por exemplo, numa hospedagem paga na Kinghost (um dos serviços que utilizo e recomendo) um plano simples lhe garante para 1 site:

  • 256 MB de memória
  • 10 GB de espaço para seu site
  • Contas ilimitadas de email (50 GB)
  • Bancos MySQL ilimitados (5 GB)
  • Certificado SSL Let’s Encrypt
  • Criador de Site Grátis
  • Você pode instalar o WordPress
  • Canal de atendimento (telefone, e-mail, Facebook, etc)

Ou seja, nela você consegue criar uma página de venda e jogar tráfego nela sem problemas, sem falar que tem um suporte legal onde qualquer problema você pode ligar para resolverem (costumo dizer aqui que a empresa tem um telefone para quem você pode ligar, coisa que muita empresa não tem).

Num serviço gratuito você consegue validar sua ideia, testar, mas sempre terá limitações, ou seja, em algum momento ele deixará de te atender e pode ser na hora que você mais precisa.

4 – Off-line ou on-line

Uma coisa é certa, se é gratuito não é seu, e deve ter com certeza uma cláusula falando que eles não se responsabilizam e que pode sair do ar a qualquer momento. Além disso, se tiver algum pico de acesso provavelmente seu blog pode sair do ar dependendo da situação, isso é comum devido ao limite disponibilizado pelas empresas uma vez que o serviço é gratuito e não pode comprometer sua estrutura.

Já os serviços pagos é muito mais fácil de escalar, mesmo nos planos mais simples eles garantem certa qualidade no volume de acessos, além disso, possuem ferramentas e recursos para auxiliar nisso, afinal de contas você esta pagando. E mesmo se sair do ar tem com quem reclamar.

Imagine uma situação onde você cria sua página de venda ou publica um artigo, ai vai no Facebook e impulsiona ou anuncia, até que uma hora depois esta fora do ar. Se seu objetivo é ganhar dinheiro online, ao menos comece investindo em uma hospedagem, isso ajudará a tornar seu projeto mais profissional.

Agora se precisa apenas fazer um teste pode utilizar a hospedagem gratuita, mas cuidado, mesmo sendo um teste pode não ser tão confiável.

5 – Serviço profissional!

Sem dúvidas quem paga por uma hospedagem de site tem direito de cobrar um serviço profissional da empresa contratada, além disso, o serviço pago muitas vezes oferece recursos adicionais como já mencionado antes, e ainda permite um upgrade muitas vezes de forma simples, permitindo assim escalar rapidamente seu negócio. A hospedagem de site paga lhe garante backup, recursos como um PHP atualizado (a Kinghost, por exemplo, disponibiliza a possibilidade de você escolher o PHP 7.1, 7.0, 5.6.x, 5.5.x, 5.4.x e 5.3.x), Banco de Dados em SSD o que garante um melhor desempenho e muito outros. Aqui estou citando a Kinghost, mas tem outras empresas por ai (Hostgator, Super Domínios, Locaweb, etc), é apenas um exemplo de uma que trabalho e conheço.

Alguns serviços gratuitos não permitem, por exemplo, a utilização de certos domínios, e isso pode não ser profissional até mesmo para um teste.

Então pense bem na escolha, faça testes, mas não escolha algo gratuito caso precise realmente ser profissional, costumo dizer se isso vai lhe render algo, vai fazer você ganhar dinheiro, pense no mínimo de profissionalismo, embora comece gratuito assim que possível mude para algo pago pelo simples fato de ter maior garantia do serviço.

Procure sempre escolher um provedor de qualidade e confiável, com uma boa reputação no mercado e certa variedade de serviços.

Ficou com alguma dúvida? Caso queira saber mais sobre hospedagem deixe nos comentários abaixo que terei o maior prazer em responder.